2 maneiras eficazes de cumprir suas metas

Gleydson
4 min readMay 28, 2021

Use o princípio de que você não pode confiar em si mesmo

Confesso que sou um procrastinador assumido, daqueles que só entrega a declaração de imposto de renda as 23:58h do dia do fim do prazo (não faço no minuto 59 para ter um minuto de segurança, para qualquer eventualidade). De todos os métodos que eu experimentei para ser mais produtivo, poucos deram certo, pois eu sempre me sabotava ou abria uma conveniente “exceção”. Mas posso destacar esses dois métodos que eu li em um artigo faz algum um tempo e que realmente deram resultados para mim. Resultados tão bons que os uso até hoje, com algumas melhorias e adaptações.

Método 1: Privação do prazer

O primeiro método é o de privação do prazer. Eu sou um viciado nato em Game of Thrones, tão viciado que além de ter a série em DVD e na televisão, broches, camisas, miniaturas, ter os livros físicos na minha estante e os ebooks no kindle eu adquiri os audiobooks, da qual me orgulho muito.

Cena da série “Game of Thrones” da HBO

Nada melhor do que usar isso ao meu favor! Não sou muito chegado a correr a noite e não estava num romance muito feliz com a academia, por isso me dei a seguinte regra: só poderia ouvir os audiobooks executando um exercício.

Como consequência dessa atitude, passei a me exercitar 3 vezes por semana, e nos períodos que eu estava mais inspirado, ou quando acontecia algum cliffhanger no audiobook (cliffhanger significa “à beira do abismo” e é um recurso de roteiro que se caracteriza pela exposição dos personagens a uma situação limite como uma revelação surpreendente) cheguei a realizar mais de 5 seções de alta performance na semana.

No início é difícil, mas com o tempo a sua mente passa a ter essa hábito de ligar uma coisa a outra. Aqui só depende de você resistir a tentação. Um bônus que podes dar a si mesmo é permitir que realize uma ação que ama mesmo que não esteja se exercitando, mas que pelo menos você execute um aparelho na academia… Só o ato de trocar de roupa, entrar na academia, aquecer e fazer o exercício irá te influenciar para continuar.

Esta técnica consiste em utilizar algo que você gosta em “isca” para executar uma tarefa necessária, mas que você não esteja muito a fim de fazer, seja lá qual for o motivo. Ela pode ser aplicada em diversas situações e com bastantes variações de recompensas. Como por exemplo, você pode definir que só vai comer doces quando terminar os seus estudos do dia. Essa “regra” imposta por você, além de incentivá-lo a fazer o que precisa, vai trazer mais prazer durante a execução da tarefa, pois fará você pensar na recompensa.

Método 2: Dê o poder de te recompensar a terceiros

Esse segundo método é mais radical e funciona quando você não consegue confiar em si mesmo para a tarefa de se policiar. Ele funciona literalmente “na dor”.

Escrevendo esse artigo lembrei de um caso de uma blogueira chamada Gabriela Pugliesi que resolveu cuidar de sua dieta de uma forma bem perigosa e inusitada: divulgou um vídeo nas suas redes sociais contando que para manter sua dieta mandou ‘nudes’ para sua melhor amiga, e fez um trato com ela: Se saísse da dieta, ela deveria publicar as fotos nas redes sociais.

Foto da blogueira Gabriela Pugliesi

Quando sua força de vontade não consegue superar os seus desejos, a melhor forma de se manter na linha é dar algo que você gosta a alguém, e pedir para devolvê-lo somente quando você tiver cumprido a sua parte no trato. Assim, trapacear não será mais uma opção (como deixar seus chocolates prediletos em poder da pessoa e ela só ter permissão de te entregar quando terminar a tarefa).

Diferente do primeiro método, esse aqui é mais radical, pois envolverá dar a alguém o poder sobre alguma parte da sua vida. Se achar que não tem força de vontade o suficiente para negar a si mesmo uma recompensa, essa é a forma de agir. Mãe, pai, esposa, namorado, etc podem ser seus cumplices, mas recomendo que seja um amigo ou conhecido que se importe com você pois os familiares cederão as suas chantagens emocionais com mais facilidade.

Obs: não exagere como fez o Tyler Durden no magnífico filme “O Clube da Luta” pedindo que seus seguidores fizessem um favor para ele caso não cumprisse a sua tarefa:

Seguidor: — Eu admiro o que está fazendo.

Tayler: — O quê?

Seguidor: — Você é muito corajoso, você é um gênio, senhor. Disse que se alguém interferisse com o Projeto, mesmo você, tínhamos de arrancar as bolas fora.

Cena do filme “Clube da Luta”

Artigo publicado também em meu site pessoal e no meu portal “Revista Nerde no meu site pessoal

--

--

Gleydson

Bom dia, boa tarde e boa noite. Meu nome é Robert e sou uma pessoa viciada em ler, testar tecnologias e apreciar bons cafés…… 👑Instagram: @robert.gleydson👑